Entrevista: Amesp amplia acesso à medicamentos

O Grupo Amesp Saúde, em parceria com a e-Pharma, está oferecendo aos clientes um sistema integrado que gerencia o atendimento nas unidades e facilita o acesso aos medicamentos necessários para o tratamento. Além de garantir eficiência no atendimento e controle sobre o histórico dos pacientes, a integração entre os sistemas permite que os médicos do grupo acessem uma lista de medicamentos pelo Amesp Flex, indiquem ao paciente a farmácia onde o remédio custa mais barato e possibilita ainda a prescrição eletrônica.

Além disso, quando o cliente compra o medicamento nas farmácias credenciadas, a informação volta via sistema para o médico que prescreveu, fechando assim todo o processo de atendimento médico e controle do paciente. "Este gerenciamento só é possível porque nossos sistemas integram todas as áreas de atendimento médico e administrativo dos nossos clientes que, por sua vez, também está integrado com o sistema da e-Pharma", afirma André Mello, responsável pelo Departamento de Tecnologia da Amesp.

O sistema funciona de maneira simples. Ao prescrever eletronicamente, de qualquer um dos 27 centros médicos da Amesp, um medicamento para um paciente, o sistema além de registrar na ficha clinica eletrônica do paciente, envia para a farmácia a prescrição eletrônica. A farmácia identifica o paciente e registra a presença, cotação ou compra do remédio indicado. Todo processo fica registrado nos sistemas da Amesp e do Flex Medicamentos, o que garante o acompanhamento efetivo do tratamento do paciente. "Muitas vezes o paciente abandona o tratamento antes do fim, o que faz com ele retorne ao centro médico", diz André.

Segundo o responsável pelo departamento de tecnologia, a parceria com a e-Pharma é uma peça importante na implantação do projeto pois amplia a rede de farmácias. "Por mais esforço que fizéssemos, se o cliente não conseguisse comprar o medicamento, o trabalho teria sido perdido. Com uma ampla rede de farmácias credenciadas fica mais fácil para o cliente ter acesso aos medicamentos com desconto", ressalta André.